Buscar
  • Rodrigo Coraça

Requisitos para utilização do SPDA Estrutural



A NBR 5419:parte 3 estimula o uso das armaduras da edificação como SPDA estrutural desde que sejam seguidas as recomendações contidas em seu anexo F. Aqui vamos abordar estas recomendações e os métodos de ensaio para validar o uso das armaduras como SPDA.


É importante a análise do projeto estrutural da edificação para auxiliar no ensaio das estruturas de concreto armado.


F.1.1 A definição dos pilares utilizados é feita, se possível por meio da análise do projeto estrutural da edificação, com consulta ao responsável pela execução da obra em relação à amarração das armaduras e de forma prioritária pela medição da continuidade elétrica dos pilares e vigas. Com o SPDA instalado, uma verificação final deve ser realizada.


F.1.3 Os ensaios de continuidade das armaduras devem ser realizados com dois objetivos:

a) para verificação de continuidade elétrica de pilares e trechos de armaduras na fundação

(primeira verificação);

b) após a instalação do sistema, para verificar a continuidade de todo o sistema envolvido

(verificação final).


TESTE INICIAL

Deverá ser realizado tão logo a estrutura seja concluída, Ensaiar os pilares na vertical e cruzados, Ensaiar as vigas baldrames.

NOTA: Valores máximos de 1 ohm.




TESTE FINAL

Deverá ser realizado logo após a instalação, total do SPDA. Testar do ponto mais alto da captação ao BEP.

NOTA: Valor máximo de 0,2 ohms


Sempre que possível dar preferência ao uso do SPDA natural, por se tratar de uma solução mais barata e funcional, desde que sejam obedecidas as considerações da norma para que se garanta a continuidade das armaduras e uma boa captação e encaminhamento das correntes de descarga para a terra.

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Siga-nos

Acompanhe a Smart Project pelas redes sociais.

© 2020 Smart Project Engenharia

  • Instagram
  • Facebook ícone social