Buscar
  • Rodrigo Coraça

Entendendo o Quadro de Distribuição Residencial e sua Importância para a instalação elétrica




O quadro de distribuição residencial é sem dúvidas o componente mais importante de toda a instalação, pois, é nele que são instalados os dispositivos de proteção, sendo eles os disjuntores, DPS, DR's. Neste artigo vamos detalhar cada componente e explicar os passos para a montagem do quadro.


DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO


Em uma instalação elétrica os dispositivos de proteção são vitais para evitar acidentes como choques elétricos e incêndios, confira a seguir os principais dispositivos e suas funções.


Disjuntor Termo Magnético


O disjuntor termo magnético tem a função de proteger o circuito contra aquecimentos causados por sobrecargas através de sua função térmica, e também protege contra curto-circuito ocasionados por contatos entre fases e fase e neutro, neste caso a proteção é fornecida pela função magnética. Abaixo temos a imagem de um disjuntor e suas representações em CAD no quadro e no diagrama unifilar.





Dispositivo de Proteção Contra Surtos (DPS)


O DPS tem a função de proteger a instalação e os dispositivos ligados a ela contra os surtos de tensão causados por manobras de rede e por descargas atmosféricas que caem na rede, próximo a ela, na própria edificação ou próximo. O DPS é ligado em paralelo a alimentação e funciona como uma chave aberta, ao detectar o surto ele se fecha conduzindo a maior parte da corrente para a terra. Abaixo veremos suas representações em CAD e imagem real do dispositivo.





Dispositivo DR


O DR tem a finalidade de proteger as pessoas contra choques elétricos causados por fugas de corrente, ele tem uma alta sensibilidade, geralmente usado nas faixas de 30 e 300 mA, é recomendado para instalação em circuitos de áreas molhadas como chuveiros, banheiras, áreas de serviço e afins, mas também pode ser utilizado nas outras áreas como medida de proteção. Abaixo temos suas representações.





MONTAGEM DO QUADRO



Feita toda a distribuição dos circuitos e o dimensionamento das cargas, o próximo passo é preencher o quadro de cargas para dimensionarmos todos os dispositivos de segurança referente a cada circuito.

Com o quadro de cargas pronto e de posse de todas as informações como por exemplo: corrente dos disjuntores, bitola dos cabos etc, agora podemos partir para a montagem do diagrama unifilar do projeto no CAD, abaixo veremos uma imagem de um diagrama unifilar de um projeto residencial.



Após a montagem do diagrama unifilar podemos partir para o último passo deste processo que é a montagem da vista do quadro, pois, já temos a disposição dos circuitos e componentes e a quantidade de módulos que iremos utilizar para podermos dimensionar o tamanho do quadro, lembrando que de acordo com a NBR 5410 item 6.5.4.7 deve ser previsto espaço reserva para futuras ampliações, com base no número de circuitos com que o quadro for efetivamente equipado, conforme tabela 59. Abaixo temos um exemplo de um layout montado para um projeto residencial de acordo com o diagrama unifilar acima.



Conclusão


Com visto neste artigo o quadro de distribuição tem a função de abrigar os dispositivos de proteção de toda a instalação elétrica, com sempre procuramos ressaltar é muito importante que sua instalação seja feita seguindo um projeto elétrico elaborado por um profissional habilitado e capacitado para garantir a sua segurança e da sua família.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo